Loading...

08/11/2017

Você é socialmente responsável? Saiba o que é responsabilidade social

O que é ser socialmente responsável?

Como a maioria dos conceitos abarcados pelo terceiro setor, este também é demasiado amplo, chegando, até, a ser subjetivo. A responsabilidade social tanto pode se referir às ações voluntárias de todos os cidadãos em prol de uma sociedade mais justa quanto às iniciativas do setor secundário para minimizar possíveis impactos negativos no meio ambiente e na sociedade.

De todo modo, não explica muita coisa, não é?

Isso porque o conceito ainda é muito recente e está em desenvolvimento. Por isso, vamos analisar as diferentes proposições que o cercam, para tentar compreendê-lo melhor e chegar a uma definição mais precisa. Vem com a gente!

 

Sociedade e responsabilidade

 

Antes de qualquer coisa, precisamos entender a origem da expressão de forma mais genérica. “Responsabilidade social” também pode ser lida como “responsabilidade pela sociedade”.

Mas como um indivíduo pode se responsabilizar pela sociedade?

Primeiro, vamos determinar o que é sociedade. De acordo com a sociologia - isto é, os estudos sociais -, a sociedade pode ser definida como:

“o conjunto de indivíduos que habita em certo período de tempo e espaço, seguindo um padrão comum; coletividade; grupo de indivíduos que vivem, por escolha, sob preceitos comuns”.

Já a responsabilidade é: 

“obrigação; dever de arcar, de se responsabilizar pelo próprio comportamento ou pelas ações de outra(s) pessoa(s).”

Assim, podemos levantar outras questões: existe uma sociedade global, que compreende todos os indivíduos do mundo, que compartilham o mesmo século, por exemplo, e o mesmo espaço - o planeta Terra; também existem sociedades menores, que habitam o mesmo continente, e outras ainda menores, que habitam o mesmo país; também existem sociedades que habitam o mesmo estado, a mesma cidade, o mesmo bairro, o mesmo prédio…

A qual - ou quais - destas sociedades a responsabilidade social se refere? E como ela se manifesta, já que, a princípio, um indivíduo não tem como prever e nem controlar as ações do outro?

É por isso que a melhor forma de estabelecer o que é responsabilidade social é considerando seus aspectos jurídicos. Existem direitos básicos e comuns todas as pessoas que compõem qualquer sociedade: elas devem ser livres para desfrutar igualmente do espaço em que estão inseridas e dos recursos que ele oferece.

Isso é dizer, por exemplo, que todos nós temos direito a usufruir, de forma igualitária, do meio ambiente, do amparo da lei, da educação, da saúde, dos alimentos, da água, saneamento básico, etc., conforme as necessidades se apresentarem. Por outro lado, também sabemos que isso não ocorre, gerando as desigualdades sociais.

 

Os tipos de responsabilidade social

 

Com essa compreensão, fica mais fácil entender que a responsabilidade social, na verdade, não tem a ver com se responsabilizar pelo que cada indivíduo que compõe uma sociedade faz, exatamente, e sim com a garantia do usufruto dos recursos a que tem direito, em maior ou menor escala.

É por isso que do conceito de responsabilidade social extraímos a responsabilidade social empresarial e corporativa, a responsabilidade socioambiental e a responsabilidade social individual:

 

Responsabilidade social empresarial

A responsabilidade social empresarial (RSE) é a responsabilidade que as empresas têm de assegurar que seus impactos não comprometerão o bem-estar dos indivíduos filiados à empresa - sejam eles funcionários, parceiros ou beneficiários, em geral -, da comunidade em que a empresa está inserida e o meio ambiente.

Isso se traduz em uma gestão transparente, ética e preocupada com aspectos como a preservação da natureza, o desenvolvimento sustentável e a redução das desigualdades. Não se trata, portanto, da prestação de assistência social, uma vez que essas empresas continuam tendo fins lucrativos e se voltam a objetivos comerciais, e sim, dada a consciência social cada vez mais desenvolvida, da adoção de iniciativas como programas de trabalho voluntário para seus colaboradores e medidas menos nocivas ao meio ambiente.

 

Responsabilidade social corporativa

A responsabilidade social corporativa (RSC) não é o mesmo que a responsabilidade social empresarial, ao contrário do que muitos pensam. Esta é voltada a questões internas, como a garantia dos direitos do trabalhador, manutenção de um ambiente corporativo que assegure o bem-estar de seus colaboradores, programas de treinamento, oportunidade de crescimento e de aprimoramento profissional e afins, prezando pela qualidade de vida de seus funcionários e oferecendo um espaço em que a sociedade corporativa possa se desenvolver de forma igualitária.

 

Responsabilidade socioambiental

A responsabilidade social está intimamente relacionada com práticas de preservação do meio ambiente, uma vez que é do direito de todos usufruir dos recursos naturais.

Por isso, selos como o ISO 14000, criado pela International Organization for Standardization (ISO), têm o objetivo de, através de uma série de normas que determinam diretrizes para garantir que determinada empresa (pública ou privada) pratique a gestão ambiental, assegurar a sustentabilidade e o acesso a esses recursos.

Exemplos bem simples de responsabilidade socioambiental são o uso de papel reciclado para a produção de livros e as políticas de replantio.

 

Responsabilidade social individual

A responsabilidade social individual (RSI) foi sugerida e debatida pelo Workshop for Civic Initiatives Foundation, da Bulgária, definindo-se como a responsabilidade que todo indivíduo tem de agir de forma a preservar o bem-estar da sua comunidade.

De acordo com essa definição:

“A responsabilidade social individual inclui o envolvimento de cada pessoa em relação à comunidade onde vive, o que pode ser expresso como um interesse para o que está acontecendo na comunidade, bem como na participação ativa na resolução de alguns dos problemas locais.” 

Seria, portanto, característico da responsabilidade social individual o voluntariado e a contribuição às causas sociais na forma de doações, por exemplo, tanto quanto ações cotidianas como descartar o lixo apropriadamente ou ajudar um vizinho na mudança.

Assim, podemos entender a responsabilidade social como a obrigação que temos, como indivíduos sociais, de pensar no bem-estar do outro e agir de forma a assegurá-lo, diminuindo as desigualdades e garantindo uma convivência mais justa a todos.


Agora que você já sabe como definir esse conceito, conta pra gente: você é socialmente responsável?

Então que tal nos ajudar a exercer nossa responsabilidade social? Confira nossa última campanha e veja como você pode contribuir!

Vamos fazer um bem, juntos!

#Fazer1Bem